Os benefícios da Aromaterapia

Aromaterapia é uma terapia de natureza holística, que busca obter de forma integrada o equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual através do uso de óleos essenciais. A palavra "aromaterapia" vem dos termos gregos “aroma” = odor agradável + “therapeia” = tratamento. Significa, literalmente, "tratamento através de odores agradáveis".
A aromaterapia leva em consideração diversos aspectos individuais de cada indivíduo e pode ser combinada com vários tipos de tratamentos convencionais ou alternativos. É indicada para os mais variados tipos de problemas, desde dores musculares, dores de cabeça e má digestão, à ansiedade, passando por indisposição, distúrbios de sono, falta de ânimo, entre outros.

A aromaterapia, pode ser administrada através de massagens, compressas, cremes, óleos corporais, banhos ou por meio de aromatizadores e sabonetes líquidos.

HISTÓRIA DA AROMATERAPIA

As ervas aromáticas já eram utilizadas para fins religiosos, curativos ou estéticos no Egito, China, Índia, Grécia e Roma. A destilação de óleos essenciais de forma mais refinada e eficiente ocorreu em 1000 d.c., através de Avicena, um médico e filósofo árabe. Os alquimistas, no século 16, acreditavam que o óleo essencial era a parte da planta responsável pela cura.

O termo "Aromaterapia" foi usado inicialmente por René-Maurice Gattefossé, um químico francês cuja família possuía uma indústria de perfumes. Certo dia, enquanto trabalhava em seu laboratório, Gattefossé queimou a mão acidentalmente e mergulhou-a num recipiente contendo óleo essencial de lavanda.

A queimadura curou-se rapidamente, não infeccionou, não produziu bolhas e cicatrizou. Gattefossé ficou fascinado com o feito e procurou estudar mais a fundo as propriedades terapêuticas dos óleos essenciais. Em 1928 publicou o livro “Aromathérapie: Les Huiles essentielles hormones végétables” (Aromaterapia: Os óleos essenciais, hormônios vegetais).

AÇÃO TERAPÊUTICA

As propriedades terapêuticas dos óleos essenciais variam conforme as partes das plantas, podendo ser relaxante, estimulante ou equilibrante. Quanto à volatilidade, os óleos essenciais podem ser:

  • Óleos essenciais altamente voláteis: Estimulam a mente;
  • Óleos essenciais​ de baixa volatidade: São mais calmantes;
  • Óleos essenciais de média volatilidade: Concentram os seus efeitos balanceadores no sistema físico.

Conheça nossa grife de Aromaterapia em www.brasilessencias.com.br

Entre em contato conosco e agende sua consulta!

Whatsapp: (11) 98444-2703
E-mail: contato@dgterapias.com.br